O Jennifer Lawrence Brasil é um fã-site dedicado à atriz Jennifer Lawrence, sendo a mais completa fonte de informações sobre a própria. Feito de fãs para fãs, o site não possui fins lucrativos, tampouco mantém afiliações com Jennifer ou sua equipe, amigos e familiares. O intuito do site é unicamente divulgar o trabalho da Jennifer. Fique a vontade para desfrutar de todo o nosso conteúdo e volte sempre!

Segunda a conta de fofocas Deuxmoi, Jennifer Lawrence foi vista com Leonardo DiCaprio e Rick York, agente de ambos, no OXO Bar em Los Angeles.

Segundo algumas fontes Jennifer estaria discutindo alguns detalhes sobre um novo projeto em que ela atuaria com Leonardo DiCaprio. 







Foram anunciados os indicados ao Oscar 2022, e Don’t Look Up, filme dirigido por Adam McKay, estrelado por Jennifer Lawrence e Leonardo DiCaprio e que tem em seu elenco nomes como Rob Morgan, Ariana Grande, Meryl Streep, Jonah Hill, Cate Blanchett, Kid Cudi, entre outros, recebeu ao todo quatro indicações ao Oscar, o prêmio mais importante do cinema nos EUA, confira:

• Melhor Trilha Sonora;
• Melhor Roteiro Original;
• Melhor Edição;
• Melhor Filme

O filme estreou em 24 de dezembro na Netflix e se tornou um grande sucesso, ficando em segundo lugar na lista de filmes mais assistidos na história da plataforma.







06.02.22 publicado por: jlawrencebr
Don’t Look Up Recebe Quatro Indicações ao BAFTA

Don’t Look Up, filme de Adam McKay estrelado por Jennifer Lawrence e Leonardo DiCaprio, recebeu quatro indicações ao British Academy Film Awards, um dos grandes prêmios da Award Season do cinema. Confira as indicações:

– Best Filme
– Original Score
– Leading Actor (Leonardo DiCaprio)
– Original Screenplay

O filme teve sua estreia no dia 24 de dezembro na Netflix, se tornando um grande sucesso e alcançando o posto de segundo filme mais assistido da história do streaming.







Jennifer Lawrence já está se preparando para viver Elizabeth Holmes, fundadora da empresa Theranos.

O diretor de Don’t Look Up, Adam McKay, está produzindo um novo filme para a Apple TV, que será baseado no livro Bad Blood: Secrets and Lies in a Sillicon Valley.

O filme contará a história desde o início de uma startup multibilionária até suas inúmeras acusações de fraude e desvio de dinheiro sofridas pela empresária Elizabeth Holmes.

Em entrevista para a Insider, Adam McKay contou que Jennifer Lawrence já está preparando o sotaque é o tom de voz da personagem, disse o diretor:

Você sabe, eu não obriguei ela a fazer isso para mim ainda. Ela me disse que está treinando bastante a voz. Ela está prestes a ter um bebê então eu não vou encher o saco dela agora, mas ela nasceu para interpretar esse papel, com a voz ela disse que está entendendo isso. Ela está empolgada.

O filme ainda não tem data para início das gravações ou estreia.







À primeira vista, parece que Jennifer Lawrence foi institucionalizada ou está no set de um filme de terror. Ela está sentada em uma cadeira de balanço de vime, rangendo lentamente para frente e para trás. As paredes da sala vazia são incolores e nuas, exceto pela sombra desconcertante de uma escada sobre seu ombro direito. Seu cabelo está comprido e molhado. Seu computador fica em cima de uma pilha de caixas, em ângulo para a passagem pela manhã de setembro na prisão de Zoom para que sua barriga grávida fique fora de vista. Escuto arranhões na porta atrás dela, seu gato Frank, também conhecido como Fredericks, não quer nada disso e está tentando sair.

Disse para piscar duas vezes se ela precisar ser resgatada, Lawrence ri. Ela e seu marido, há dois anos, o diretor da galeria de arte Cooke Maroney, estão alugados enquanto sua casa em Manhattan está em construção. A austeridade da sala parece encenada para desencorajar qualquer sondagem indesejada. O desejo de privacidade de Lawrence é tão urgente que ela recentemente desistiu de sua amada cachorra, Pippi. Os paparazzi passaram a contar com suas caminhadas diárias no Central Park, então agora a cachorra pode perseguir esquilos despreocupada na fazenda de seus pais em Kentucky, e Lawrence fantasia sobre uma vida com 15 gatos.

Estou tão nervosa”, diz ela no início da nossa conversa. “Eu não falo com o mundo há muito tempo. E estou voltando agora, quando eu tenho todos esses novos acessórios adicionados à minha vida que obviamente quero proteger … ” Ela cruza os braços sobre o suéter cinza folgado. “Estou nervosa por você. Estou nervosa por mim. Estou nervosa pelos leitores!

Depois de uma longa pausa na vida pública, Lawrence retorna às telas na comédia de fim do mundo de Adam McKay, Don’t Look Up, na qual ela e Leonardo DiCaprio interpretam cientistas que clamam para uma sociedade polarizada que leve a sério o cometa que se projeta em direção o planeta. É sua primeira comédia, e o momento de voltar aos holofotes durante a gravidez de seu primeiro filho é quase cômico.

No início de 2018, Lawrence era uma das atrizes mais bem pagas do mundo – uma vencedora do Oscar que tropeçou escada para receber o troféu, consolidando ainda mais sua imagem pública como a estrela de cinema que você mais gostaria de tomar uma cerveja com – mas ela teve o suficiente. Seus últimos quatro filmes (Passengers, Mother !, Red Sparrow e o 12º filme dos X-Men, Dark Phoenix) acabaram sendo decepções da crítica ou de bilheteria. “Eu não estava extraindo a qualidade que deveria”, diz ela, uma declaração triste para alguém tão talentoso. “Eu só acho que todo mundo ficou enjoado de mim. Eu fiquei enjoada de mim. Tinha acabado de chegar a um ponto em que eu não conseguia fazer nada direito. Se eu andasse no tapete vermelho, era: ‘Por que ela não correu?’ … Acho que agradei as pessoas durante a maior parte da minha vida. Trabalhar me fez sentir como se ninguém pudesse ficar com raiva de mim: “Ok, eu disse que sim, estamos fazendo isso. Ninguém está bravo. ‘E então eu senti como se tivesse chegado a um ponto em que as pessoas não estavam satisfeitas apenas com a minha existência. Então isso meio que me fez pensar que o trabalho ou a minha carreira podem trazer qualquer tipo de paz para a minha alma.

A parceira de produção de Lawrence e melhor amiga de 13 anos, Justine Polsky, diz: “O protocolo do estrelato começou a matar seu espírito criativo, a foder com sua bússola. Então, ela desapareceu, o que provavelmente era a forma mais responsável de proteger seus dons. E sanidade.

Conheci Lawrence quando ela tinha 20 anos, recém-escalada como Katniss Everdeen na franquia Jogos Vorazes. Enquanto suava durante uma aula de arco e flecha em Santa Monica, ela me disse que esperava trabalhar com Adam McKay um dia porque era obcecada por suas comédias de Will Ferrell. Tanto é que aos 19 anos, pouco antes de sua primeira indicação ao Oscar, ela solicitou uma reunião com McKay em seus escritórios da Funny or Die e apareceu com um fichário de anotações sobre seus filmes. “Recebi uma ligação dizendo que a atriz maravilhosa de Winter’s Bone queria me conhecer”, disse McKay. “E ela entrou e, por apenas uma hora, conversamos sobre Irmãos de Passo. E eu fiquei tipo, ‘eu gosto dela. Nós também somos idiotas. ’”

Todos esses anos atrás, Lawrence também me disse que sabia que queria ser mãe. Depois de se mudar para Los Angeles como uma atriz de 15 anos, ela conseguiu um emprego como babá de uma família com um bebê de nove meses. Quando ela conseguiu um papel para um sitcom, ela ficou arrasada porque, depois de estar lá para as primeiras palavras da menina, ela perderia seus primeiros passos.

A oportunidade tem um preço. Você já podia ver uma segunda pele de autodepreciação e autoconsciência tomando conta da jovem atriz. “Não quero ofender ninguém”, Lawrence me disse naquela época. “Eu não quero parecer idiota. Eu não quero ser uma idiota. Parte de mim é como ‘Enh, foda-se’. E então, de vez em quando, eu penso, ‘Deus, eu sou uma perdedora.’ Você acha que isso vai embora quando eu tiver 30?

Lawrence está agora com 31 anos e entrando em uma temporada de abundância de círculo completo. Ela está trabalhando com seus heróis e vai ser mãe, embora seus sentimentos em relação à expectativa, além de dizer que ela é grata e animada, sejam sagrados demais para compartilhar com o mundo: “Se eu estivesse em um jantar e alguém estivesse tipo, ‘Meu Deus, você está esperando um bebê’, eu não ficaria tipo, ‘Deus, não posso falar sobre isso. Afaste-se de mim, seu psicopata! ‘Mas cada instinto do meu corpo quer proteger sua privacidade pelo resto de suas vidas, tanto quanto eu puder. Eu não quero que ninguém se sinta bem-vindo em sua existência. E eu sinto que isso começa sem incluí-los nesta parte do meu trabalho.

Se alguma coisa foi esclarecedora sobre o tempo que Lawrence está longe, é que ela quer ser mais cuidadosa com suas escolhas e palavras e menos para agradar as pessoas, por mais doloroso que ela ache a prática da contenção.

Ela pede licença para fazer xixi quando pergunto se usa o humor para mascarar sentimentos de vulnerabilidade. “Vai demorar apenas um segundo, prometo que vou responder à pergunta!” Ela contorna a esquina até o banheiro. Quando ela retorna, ela está rindo e balançando a cabeça. “Eu realmente gostaria de ter silenciado a gravação. Eu estava tão constrangida o tempo todo, pensando comigo mesma, ela pode ouvir isso?

Esse negócio de limite vai ser difícil.

Houve um momento, pouco antes do intervalo, em que Lawrence se convenceu de que ela morreria. Era o verão de 2017 e ela havia embarcado em um avião particular em sua cidade natal, Louisville, Kentucky, com destino a Nova York. (“Eu sei, voando privado, eu mereço morrer.”) Ela embrulhou Mother! viva após uma multidão comer seu bebê. Tudo para dizer que suas supra-renais estavam uma bagunça antes da decolagem.

No ar, houve um barulho alto, e a pressão do ar na cabine ficou meio emborrachada. O outro passageiro, filho do médico de Louisville que fez o parto Lawrence e seus dois irmãos, foi chamado à cabine. Ele voltou pálido com a notícia de que um dos dois motores tinha falhado, mas ressaltou que eles ainda poderiam fazer um pouso de emergência seguro com apenas um. Então o avião ficou em silêncio e Lawrence soube que estavam fritos. “Meu esqueleto foi tudo o que restou no assento”, diz ela. Eles haviam perdido o segundo motor.

Lawrence podia ouvir o barulho da cabine do piloto em perigo enquanto o avião mergulhava violentamente. “Todos nós íamos morrer”, diz Lawrence. “Comecei a deixar pequenas mensagens de voz mentais para minha família, você sabe,‘ Tive uma vida ótima, me desculpe. ’”

Eu interrompo para me perguntar sobre o pedido de desculpas.

Eu apenas me senti culpada”, diz Lawrence. “Todo mundo ia ficar tão chateado. E, oh, Deus, Pippi estava no meu colo, essa era a pior parte. Aqui está essa coisinha que não pediu para fazer parte de nada disso. ” Ela viu uma pista abaixo, inundada com caminhões de bombeiros e ambulâncias. “Comecei a orar. Não para o Deus específico com o qual cresci, porque ele era assustador e um cara muito crítico. Mas eu pensei: Oh, meu Deus, talvez possamos sobreviver a isso? Serei uma vítima de queimadura, isso vai doer, mas talvez vivamos. ” Ela faz uma pausa para fazer uma piada. “‘ Por favor, Senhor Jesus, deixe-me ficar com meu cabelo. Envolva-me em seus braços que adoram cabelos. Por favor, não me deixe ficar careca. ’”

O avião atingiu a pista de Buffalo com força, saltou no ar e bateu no chão novamente. Equipes de resgate quebraram a porta do jato, e os passageiros e tripulantes, todos chorando e se abraçando, emergiram fisicamente ilesos. Imediatamente depois, Lawrence, anestesiada graças a uma pílula muito grande e várias mini garrafas de rum, teve que embarcar em outro avião.

Às vezes é besteira quando as pessoas dizem que o que não te mata te torna mais forte. “Isso me deixou muito mais fraca”, diz ela com um sorriso triste. “Voar é horrível e tenho que fazer isso o tempo todo.

Nem todos os ciclos de estresse podem ser concluídos. Em 2014, os hackers de iCloud disseminaram as fotos privadas de nudez de Lawrence pela Internet, dando uma espiada em cada pessoa tóxica com um teclado. Foi desumanizante e, como a internet é o playground do diabo, ela continua sendo um ato de violação contínuo. “Qualquer pessoa pode olhar meu corpo nu sem o meu consentimento, a qualquer hora do dia”, diz ela. “Alguém na França acabou de publicá-las. Meu trauma existirá para sempre. ” Ela se esquiva com um sorriso estremecido. “Você já quis ser atriz?

Esta é uma indústria sombria e preocupante para as mulheres, é claro. No auge do movimento #MeToo, Harvey Weinstein transformou o nome de Lawrence em uma arma duas vezes. Em uma moção de 2018 para rejeitar as acusações de extorsão apresentadas contra ele por seis mulheres, seus advogados argumentaram, citando Lawrence fora do contexto, que Weinstein “sempre foi bom para mim“. Sua boca se curva com o nome dele: “Então, como ele poderia ser um estuprador, certo?” Em um processo separado, uma atriz não identificada alegou que, quando Weinstein a agrediu sexualmente, ele mentiu pateticamente: “Eu dormi com Jennifer Lawrence e veja onde ela está; ela acaba de ganhar um Oscar.

Lawrence levanta as mãos com desgosto e cansaço por ter sido usada como um entalhe falso no cinto grotesco de Weinstein. “As vítimas de Harvey eram mulheres que acreditavam que ele iria ajudá-las. Felizmente, quando conheci Harvey em minha carreira, estava prestes a ganhar um Oscar. Eu estava em Jogos Vorazes. Portanto, evitei essa situação específica. Claro, eu sou uma mulher no mundo profissional. Portanto, não é como se eu tivesse seguido toda a minha carreira com os homens sendo adequados. Mas, sim, esse é um exemplo perfeito de onde obter energia rapidamente me salvou.

Eu não tinha vida. Achei que deveria ir buscar uma.

Antes de seu intervalo, Lawrence passou a ver os confins herméticos dos sets de filmagem como seguros em comparação com os perigos imprevisíveis do mundo real. “A atenção sobre mim era tão alta e extrema que, de uma forma bizarra, o set se tornou uma grande fuga. Todo mundo te trata normalmente. Não é como se você andasse no cabelo e na maquiagem e as pessoas pensassem, ‘Oh, meu Deus!’ Mas você fica exausta. Por fim, tive de me perguntar: Estou dizendo sim porque quero ir trabalhar no dia seguinte? Ou estou fazendo isso porque quero fazer este filme?

Com o trabalho em espera, ela experimentou dormir até tarde. Ela saía com amigos, o mesmo círculo fechado que ela tinha desde antes de ficar famosa. Ela se tornou ativa no conselho da campanha anti-corrupção política de base RepresentUs. “Tivemos algumas vitórias reais nas terras de estrangulamento dos irmãos Koch”, diz ela com orgulho.

A vida de Lawrence se simplificou de maneiras que ela não acreditava serem possíveis. “Desde Jogos Vorazes”, diz ela, “eu tinha um segurança ou algum tipo de consolo no caso de eu entrar em um restaurante e todo mundo dizia,‘ Oh, Deus! ’Só para minha ansiedade basal”. Eu digo a ela que ela faz um guarda-costas soar como uma espécie de amor de bebê. “Oh, meu Deus, sim, isso é tão trágico e odiável“, diz ela, rindo. “Então, quando comecei a namorar meu agora marido, fiquei com vergonha de trazer meu guarda-costas quando ele me convidou para sair. Quero dizer, quão mortificante isso teria sido? Então eu não fiz, e isso me deixou muito nervosa nas primeiras vezes, e acabou tudo bem. Percebi que você tem mais privacidade se … ” Ela faz uma pausa para um gole e reconsidera suas palavras. “Não sei se é seguro falar sobre isso”, diz ela, mudando o curso. “Tenho segurança o tempo todo. Vinte e quatro horas por dia. E uma arma!

Ela também recuperou alguma agência ao longo de sua carreira. Em 2018, Lawrence e sua amiga de longa data Polsky formaram sua produtora, Excellent Cadaver. O pavoroso apelido se refere a um termo antigo para uma máfia atacar uma pessoa importante. Lawrence explica que ela escolheu porque deixou um gosto um pouco perturbador na boca. “Não é como a Flower Films de Drew Barrymore”, ela diz, rindo. “Então, merda de burro. Zombie Rape. Gordura de camelo … ” Quando eu pergunto a ela que tipo de histórias a Excellent Cadaver não tem interesse em contar, ela diz: “Bem, isso é difícil de responder, porque se eu responder honestamente, estou desempregada. Quero dizer, não tivemos histórias suficientes sobre mulheres brancas? ” Qualquer que seja a verdade a respeito disso, o shingle recentemente fechou um acordo para Lawrence estrelar um filme biográfico da superagente Sue Mengers, que o diretor italiano Paolo Sorrentino (O Jovem Papa) dirigirá.

Mas o cortador de fita de Excellent Cadaver será um projeto de soldado ainda sem título estrelado por Lawrence e dirigido por Lila Neugebauer, cujas raízes estão no teatro. Lawrence interpreta um soldado dos EUA com uma lesão cerebral traumática que retorna para casa para uma vida incerta. “Uma peça de personagem muito pequena e relativamente abstrata com uma cineasta estreante após um hiato?” diz Polsky. “Definitivamente alterou as expectativas de retorno. Não houve uma discussão completa entre a equipe de Jen. Ela acreditava profundamente na peça, acreditava profundamente em Lila e estávamos nos derretendo em Nova Orleans três meses depois.

Anos atrás, Jodie Foster compartilhou alguma sabedoria com Lawrence que pegou: “Em algum momento, quando você for mais velha, você olhará para trás e verá um padrão. Você verá por que estava fazendo filmes em um determinado momento de sua vida.Lawrence estava prestes a se casar quando o filme de Neugebauer foi rodado pela primeira vez. “O script falou comigo como alguém que estava se curando de ferimentos invisíveis e estava entrando em um mundo que era mais saudável e melhor, mas mais assustador. Ficar é difícil. É assustador quando você está acostumado a ir embora. ” A produção foi suspensa por causa da dificuldade para o casamento de Lawrence e não foi capaz de retomar por dois anos por causa de COVID. Ela voltou para terminar a filmagem como uma mulher feliz no casamento ou, como ela mesma diz, “Voltei com uma perspectiva melhor de ficar“. (O filme está programado para ser lançado em 2022.)

Questionada sobre o que ela gosta em seu casamento, Lawrence faz uma pausa para considerar o que ela está disposta a compartilhar. “Eu realmente gosto de ir ao supermercado com ele”, diz ela. “Não sei por que, mas me enche de muita alegria. Acho que talvez porque seja quase uma metáfora para o casamento. _ Ok, temos esta lista. Essas são as coisas de que precisamos. Vamos trabalhar juntos e fazer isso. “E eu sempre pego uma das revistas de culinária, como 15 Minute Healthy Meals, e ele sempre me olha como:” Você não vai usar isso. Quando você vai fazer isso? ‘E eu digo,’ Sim, eu vou. Terça-feira! ‘E ele está sempre certo, e eu nunca faço.

Lawrence bebe de uma garrafa de água branca coberta de adesivos de seu filme favorito, Hereditário, incluindo um de uma aterrorizada Toni Collette, que interpreta o personagem principal do filme. Lawrence usa três presentes de seu marido em volta do pescoço: sua aliança de casamento em uma corrente; um colar de pérolas; e um colar de diamantes que Maroney deu a ela em seu aniversário de 30 anos. Ele o colocou em uma edição de capa dura do roteiro de Hereditário, onde estava brilhando sobre a imagem brilhante da cabeça decapitada de um personagem à beira da estrada, fervilhando de formigas. “Foi tão doce”, diz ela, com um suspiro de felicidade. Na verdade, existe uma tampa para cada pote.

No início de Don’t Look Up, Lawrence é uma Phd em astronomia. a candidata descobre um cometa com magnitude de matar planetas. Sua personagem, Kate, tem um salmonete, dois piercings no nariz, um gosto por suéteres práticos e uma incapacidade de ser gentil com políticos corruptos (notavelmente, o presidente de Meryl Streep no estilo MAGA e o primeiro filho bloviating de Jonah Hill) ou um insensível, avaliações – mídia obcecada. “Bonito astrônomo, volte a qualquer hora”, diz o âncora de TV de Cate Blanchett à Dr. Mindy de DiCaprio depois que os cientistas tentam soar o alarme em um programa matinal popular, antes de franzir a testa na direção de Kate, “mas a garota gritando, nem tanto.

Ninguém tem uma raiva mais linda do que Jen”, diz McKay. “Quando ela desencadeia, é um espetáculo para ser visto. Pense nela em Silver Linings Playbook, ela em tudo. ” Depois de seus dois últimos filmes de homens brancos corruptos – The Big Short e Vice – ele queria escrever um roteiro construído em parte em torno da capacidade de Lawrence para uma raiva honesta. “Eu queria me soltar com uma mulher forte e engraçada que contava a verdade e essa é Jen Lawrence. Quer dizer, aquele personagem saiu de mim. Gostaria apenas de imaginar Jen e você sabia exatamente o que ela diria…. Ela vai ser aquela que não vai jogar o jogo. E, claro, ela vai ser condenada ao ridículo por isso, o que será de partir o coração, mas ela nunca vai jogar o jogo.

Lawrence interpreta o canário enojado em uma mina de carvão corrupta, enquanto DiCaprio é um personagem Fauci-esque que ainda quer confiar que o mundo tomará medidas eficazes. (Na vida real, os papéis são invertidos. Lawrence diz que recentemente enviou uma mensagem de texto cruzando aos dedos para seu amigo ativista do clima com um link para uma notícia sobre como a fusão nuclear pode travar o aquecimento global. ” No set, Lawrence fazia piadas com seu co-ator sobre suas histórias de ator mirim. “Tipo, quando ele foi comer alguma coisa, eu gritei:‘ Está pulverizado! ’”, Diz ela. “Eles sempre nos diziam que quando éramos crianças,‘ não coma isso. Está pulverizado ‘”. Eles não queriam que os jovens atores comessem os adereços. “Você só descobre quando fica mais velho que não existe spray.

Em um e-mail, Streep se maravilha com as diferentes abordagens da dupla para o trabalho. “Ela é uma atriz ousada e inconsciente – alguém cujo dom está vivo em sua pele e em seu ser. Nisso ela é diferente de Leo, para quem a luta faz parte do trabalho, que gosta de lutar com ele e cujo trabalho é sério, analítico e intenso. Ela o gira no ar da sala. Estou meio pasma com os dois.Lawrence diz que ela tinha um objetivo real no set do filme: “Minha maior preocupação era não querer irritar Meryl Streep. Esse é o meu pior pesadelo. Portanto, só falarei se for falado, e serei a pessoa menos chata da sala.McKay diz que Lawrence estava profundamente insegura se ela poderia confiar em si mesma para atuar com calma. “Ela não parava de dizer:‘ Vou ficar quieta. Eu não vou falar. “Meryl Streep aparece e Jen vem até mim como se ela tivesse 12 anos e está tipo,‘ O que eu digo? O que eu faço? ‘”Mas Streep imediatamente a puxou para sua órbita generosa, mostrando sua lista de casas em Zillow. “E agora eu diria que ela é minha melhor amiga”, brinca Lawrence.

Grande parte da comédia mordaz de Don’t Look Up vem da opinião profundamente reconhecível de McKay de nossa sociedade polarizada. No filme, a extrema direita insiste que toda a histeria do cometa é uma propagação do medo do floco de neve; a esquerda se debate em um estado de pânico presunçoso e impotente, na esperança de ganhar força em eventos de celebridades como o Último Concerto para Salvar o Mundo. Há uma cena no filme em que a personagem de Lawrence volta para casa para seus pais, procurando um lugar macio para cair. “Seu pai e eu apoiamos os trabalhos que o cometa vai trazer”, diz sua mãe. (A boa notícia para a personagem sitiada de Lawrence é que ela consegue namorar o punk de rua de Timothée Chalamet. “Teria sido muito mais agradável”, diz Lawrence, “se você não estivesse se vendo envelhecendo ao lado de um 17 de um ano de idade em um tiro duplo que pesa 50 quilos encharcado. Nunca me senti mais gorda e velha em minha vida. ”).

Em novembro de 2020, Lawrence enviou um vídeo raro para a mídia social que a mostrava correndo para cima e para baixo na rua de Boston, onde viveu durante a produção, de calça de pijama, gritando de alegria com a notícia da vitória de Joe Biden. Ela foi criada para ser uma republicana temente a Deus por seus pais conservadores do Kentucky e por uma cultura estadual que mantém o líder da minoria no Senado, Mitch McConnell, no comando.

Eu pergunto a ela se seus pais perdoaram sua filha por ser ela liberal de Hollywood. “Não sei”, diz ela. “Eu realmente não sei.” Ela perdoou suas raízes? Ela fica em silêncio um pouco antes de franzir o rosto e me mostrar o dedo. “Sim, quero dizer … Não, houve certas coisas, na presidência de Trump, há certas coisas que aconteceram nos últimos cinco anos que são imperdoáveis. E tem sido selvagem. É uma loucura discordar de coisas que você pensou que nunca iria … não há como discordar disso em 2021. Supremacia branca. Atacando o Capitólio. Os nazistas são os bandidos. Ou apenas ciência. Eu não sei.

Seus pais verão seu novo filme? “Sim,” ela diz, considerando. “Sim.

Eles veriam se ela não estivesse nele? “Sim”, ela diz, dando uma grande piscadela.

Digo a ela que, como alguém que mora no Texas, honro seus sentimentos conflitantes sobre a política do estado natal. “Bem“, diz ela, “se você precisar de um schma-shmortion, pode vir me visitar.” É um grande balanço. Nós dois caímos na gargalhada, e ela cobriu a boca. “Agora estou ansioso.

Há um momento em que Lawrence e eu estamos conversando sobre Don’t Look Up que me atinge profundamente. Menciono o fato de que o nome dela aparece primeiro nos créditos de abertura, pendurado na tela meio segundo antes de ser acompanhado por Leonardo DiCaprio. Ela recebe um sorrisinho de satisfação no rosto, antes de dizer: “Eu era a número um na lista de chamadas, então …” É uma risada satisfatória. Então, meus próprios resíduos de condicionamento social, esse impulso nauseante como mulher de ficar na ponta dos pés em torno de questões de influência, me levam a perguntar: “Você está bem com isso?

Sendo o número um na lista de chamadas? Sim. E eu pensei que [os créditos] deveriam refletir isso. Leo foi muito gentil com isso. Acho que tínhamos algo chamado Laverne & Shirley, que é esse faturamento que eles inventaram, onde é um faturamento igual. Mas eu acho que talvez em algum lugar abaixo da linha, eu chutei a pedra ainda mais, como, ‘E se não fosse igual?’

Há algo inspirador em uma mulher profissional que reconhece seu valor. Ela cita o exemplo de Scarlett Johansson enfrentando a Disney em troca do dinheiro da Viúva Negra. “Achei aquilo extremamente corajoso”, diz ela. “Se duas partes entenderem como um filme será lançado, e então descobrir que uma das partes não concordou com isso, isso é injusto. Ela também estava coroando! Ela estava dando à luz.

Polsky me disse que a autodepreciação e o humor de Lawrence são a “graça salvadora e o superpoder de sua amiga. Em um contexto social – não para alimentar a tropa “Ela é apenas uma garota normal– sua autodepreciação torna os outros instantaneamente confortáveis. Em um contexto profissional, produz uma subestimação de sua aptidão. Os executivos do sexo masculino não preveem que uma atriz e um GIF ambulante possam sondar todos os pontos do negócio na mesa até que estejam pingando de suor. A cadela é hábil.

Foi só depois da nossa primeira entrevista que soube que Lawrence recebeu US $ 25 milhões pelo filme, em comparação com os US $ 30 milhões de DiCaprio. Em outras palavras, ela ganhou 83 centavos de dólar. Esses números estão em linha com os dados do Bureau of Labor Statistics, que mostraram que os ganhos anuais das mulheres que trabalham em tempo integral em 2020 eram de 82,3% dos homens. Essa lacuna é tragicamente maior para as mulheres negras em Hollywood e além.

Na próxima vez que falo com Lawrence, aponto a amarga ironia de ela ganhar menos do que o homem abaixo dela na lista de chamadas. “Sim, eu também vi isso”, ela diz, escolhendo as palavras com cuidado. “Olha, Leo traz mais bilheteria do que eu. Estou extremamente feliz e feliz com meu negócio. Mas em outras situações, o que eu vi – e tenho certeza que outras mulheres na força de trabalho também viram – é que é extremamente desconfortável perguntar sobre a igualdade de remuneração. E se você questiona algo que parece desigual, dizem que não é disparidade de gênero, mas eles não podem dizer o que exatamente é.

Algumas coisas que estão alegrando Lawrence ultimamente: Outono em Nova York. A cidade se abrindo novamente. “Ser capaz de entrar em Ubers novamente sem sentir que infectará sua família e morrerá.” O pão de abóbora que ela fez ontem e tirou do forno a tempo para que o centro ficasse pegajoso. Vídeos de esportes e animais de fazenda no TikTok. (Dias depois da nossa entrevista, ela vai me enviar uma mensagem de texto de um filhote de cachorro golden retriever brincando com seu amigo cavalo, escrevendo: “Quero dizer …“) Desempenho de Jennifer Coolidge em White Lotus: “Fale sobre alguém que sabia a porra da tarefa.Bravo’s Real Housewives. De uma estrela do Potomac, ela pergunta: “O que você acha sobre o marido de Candiace ser seu empresário? Ugh, essa não é uma dinâmica saudável. ” A porta atrás dela balança, fazendo-a rir. “E se Cooke simplesmente viesse aqui tipo,‘ Eu quero ser seu agente! ’”

Lawrence poderia escrever uma dissertação sobre a hipnotizante toxicidade da dona de casa de Salt Lake City, Jen Shah. “Ela tem o caso mais forte de transtorno de personalidade que já vi na minha vida”, diz ela. “Você conhece aquelas pessoas que nunca assumem qualquer responsabilidade – de onde você quase sente ciúme? Total falta de responsabilidade, falta de vergonha. Eu quase fico tipo, como você ousa? Fico deitada na cama me preocupando em ferir acidentalmente os sentimentos de alguém, me preocupando com tudo. É provavelmente por isso que queima tanto meu biscoito.

Lawrence estava muito preocupada antes desta entrevista. Ela se sentiu estranha por não querer falar mais sobre seu bebê. E seu marido. E o doce futuro que esperam construir juntos em privado. “Eu tive toda essa fantasia de apenas fazer toda a entrevista fora do registro.” No início de nossa conversa, eu disse que ela parecia estar com uma arma apontada para a cabeça. “Oh, meu Deus, sinto muito“, disse ela. “Não é sua culpa.

Há uma cena em Don’t Look Up em que o cientista em pânico de DiCaprio implora a uma repórter superficial para levar a sério a necessidade de um envolvimento real um com o outro. “Nem sempre temos que ser inteligentes, charmosos ou simpáticos!” ele diz. “Às vezes, precisamos ser capazes de dizer coisas um ao outro e ter uma conversa honesta.

Então, aqui está o que eu digo para Lawrence: ela tem direito aos seus limites. Que eles sirvam bem a ela e sua família. Ao deixar seu bebê fora de nossa conversa, ela já começou a ser mãe de seu filho.

Lawrence tem que ir ao banheiro novamente. Desta vez, ela se lembra de silenciar a gravação. Ela sorri, sua boca formando palavras que não consigo ouvir, e faz um grande sinal de positivo quando sai do quadro.

Tradução: Equipe Jennifer Lawrence Brasil

Entrevista feita para a Vanity Fair por Karen Valby







A Variety atualizou sou lista de possíveis indicados ao Oscar 2022 na última sexta 26 de novembro, e após os screenings de Don’t Look Up, filme estrelado por Jennifer Lawrence e Leonardo DiCaprio, o longa ganhou força na Award Season e tem aparecido em listas de algumas premiações.

Don’t Look Up apareceu em nono lugar na lista de possíveis indicados a Oscar na categoria Melhor Filme, uma das mais importantes da premiação, já Jennifer Lawrence, que interpreta Kate Dibiasky, aparece em décimo quarto lugar na lista de possíveis indicadas a Melhor Atriz.

Don’t Look Up é um filme da Netflix dirigido por Adam McKay e estrelado por Jennifer Lawrence e Leonardo DiCaprio, que conta a história dos astrônomos Kate e Randall, que descobrem que em breve a Terra pode ser destruída por um asteroíde, o filme foi descrito pela crítica especializada como uma crítica a como realmente a sociedade reagiria a um possível apocalipse, além de ironizar o negacionismo, as redes sociais, a mídia e a sociedade capitalista como um todo. O longa chega aos cinemas brasileiros no dia 09 de dezembro e na Netflix no dia 24 de dezembro.

 







Logo após o lançamento do trailer de Don’t Look Up, filme estrelado por Jennifer Lawrence e Leonardo DiCpario, a Vanity Fair liberou um vídeo com Jennifer reagindo e explicando todas as cenas que podem ser vistas no trailer. Confira:







Na última terça-feira (16) foi lançado o trailer oficial de Don’t Look Up, filme dirigido por Adam McKay, estrelado por Jennifer Lawrence e Leonardo DiCaprio, e tem no elenco Meryl Streep, Cate Blanchett, Jonah Hill, Timothée Chalamet, Ariana Grande, entre outros.

O longa conta a história de dois astrônomos (Jennifer Lawrence e Leonardo DiCaprio), que descobrem que em breve a Terra será atingida por um meteoro, e saem em uma tour pelos EUA para alertar de que o apocalipse está próximo.

Confira o Trailer:

Don’t Look Up chega aos cinemas do Brasil no dia 09 de dezembro e estreia na Netflix no dia 24 de dezembro.







Segundo a Deadline, Jennifer Lawrence será a protagonista de No Hard Feelings, filme de Gene Stupnitsky, que está fechando acordo com a Sony Pictures.

O filme é definido como um veículo cômico ousado, descrito como uma comédia como There’s Something About Mary.

Segundo a The Hollywood Reporter, Jennifer Lawrence receberá um pagamento de 25 Milhões por No Hard Feelings, que também será produzido por ela em sua produtora “Excellent Cadaver”.

O filme ainda não tem previsões para lançamento.







Segundo a Showbiz 411, o ator vencedor do Emmy Josh O’Connor está em negociações para estrelar ao lado de Jennifer Lawrence o filme Mob Girl, que será dirigido por Paolo Sorrentino.

Alguns rumores indicam que o filme será gravado na próxima primavera em NYC.

O longa conta a história de Arlyne Brickman (Jennifer Lawrence), uma mãe que vive em Lower East Side de NYC e se torna informante da máfia para o FBI.







layout desenvolvido por lannie d. - Jennifer Lawrence Brasil